quinta-feira, 20 de junho de 2013

Curitiba ampliará rede de atenção a dependentes químicos

Com informações ANPC


Prefeito Gustavo Fruet (PDT)
A 5ª Semana de Enfrentamento às Drogas foi aberta na quarta-feira (19/06), com o anúncio da criação da rede Curitiba Cuida, que envolve vários segmentos do poder público e da sociedade civil para promover um novo enfoque sobre o assunto.

Além disso, foi divulgada a ampliação da rede de atenção a dependentes químicos. Essas novidades integram o Plano da Política Municipal sobre Drogas.

A Prefeitura prioriza três frentes, cujas ações já tiveram início.

São elas a prevenção, o tratamento e a reinserção social. Dois programas tratam da prevenção: a qualificação inicial de 600 profissionais da Rede Municipal de Ensino, que atingem diretamente 7,7 mil alunos e 21 mil famílias; e a qualificação de 220 representantes de comunidades locais, que irão atuar como multiplicadores.


O Município já ampliou a rede de atendimento e muitas novidades serão implantadas em breve. Entre elas, quatro consultórios de rua, instalados em módulos móveis, e os ônibus solidários, que irão percorrer as regiões mais vulneráveis da cidade oferecendo uma série de cuidados aos dependentes químicos, desde higiene até tratamento.

Curitiba conta com 12 Centros de Atenção Psicossocial (Caps). O número de leitos destinados ao atendimento de usuários, que no início do ano eram cinco, hoje chega a 45, a perspectiva é chegar a 300 até 2016.

Os Caps Portão e Cajuru, destinados ao atendimento de usuários de álcool e drogas, estão funcionando diariamente, em tempo integral, desde o dia 6 de abril. Além desses, funciona no mesmo sistema o Caps Centro Vida, na Vila Izabel, direcionado ao atendimento de crianças e adolescentes usuários de álcool e drogas.

Uma das ações da rede Curitiba Cuida será o incentivo à formação técnica dos usuários em tratamento. Essa formação será realizada por meio do esforço conjunto da Secretaria Municipal do Trabalho, dos núcleos de cultura e geração de renda da Fundação de Ação Social (FAS), da Fundação Cultural de Curitiba e de parcerias com instituições como Fiep-PR, Sesi e Senai.

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) destacou o Portal do Futuro como símbolo do esforço da administração municipal para o enfrentamento às drogas.
O projeto tem a finalidade de oferecer à juventude atividades nas áreas de esporte, lazer, cultura e também cursos para facilitar a inserção do jovem no mercado de trabalho.
A primeira unidade, que entrará em funcionamento no segundo semestre, estará localizada na Vila Audi/União, no bairro Uberaba. “O Portal do Futuro sintetiza a união de forças que estamos propondo”, afirmou Fruet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Insira aqui seu comentário. Ele pode ser anônimo ou não!